Chefe da Nintendo of America diz não para a realidade virtual até a tecnologia se tornar mainstream

Chefe da Nintendo of America diz não para a realidade virtual até a tecnologia se tornar mainstream

O presidente da Nintendo of America, Reggie Fils-Aime, declarou que a empresa irá adotar VR apenas quando a tecnologia tiver se tornado popular no mercado.

Enquanto a Sony tenta sair na frente com seu próprio headset e a Microsoft se prepara para entrar no mercado no ano que vem com o Project Scorpio, ao que parece a Nintendo está confortável em esperar os acontecimentos.

Em conversa com a Bloomberg, Fils-Aime deixou claro a posição da companhia, explicando que não está na natureza da Nintendo investir pesado em um conceito que ainda está em sua infância.

"Para nós, queremos ter certeza que aquela tecnologia é mainstream. Queremos ter certeza que a tecnologia representa um valor forte para o consumir. Por exemplo, havia um monte de tecnologias de giroscópio no mercado, mas foi necessário o Wii e o Wii Remote para realmente transformá-la em mainstream."

Desta vez, entretanto, a Nintendo não planeja ajudar a tecnologia de VR integrando a mesma em seus próprios hardwares - a tarefa ficou a cargo de empresas como Oculus, HTC, Samsung, Valve e Sony, e apenas quando eles tiverem sucedido em cementar a realidade virtual no mercado consumidor a Nintendo vai entrar no jogo.

"Assim que a tecnologia estiver em um ponto onde ela possa ser considerada mainstream, será necessário empresas de criação de conteúdo como nós para realmente fazer coisas que o consumidor queira experimentar, que eles queiram pular para dentro de uma tecnologia em particular. Queremos ter certeza que nossos próximos conteúdos serão acessíveis ao mercado de massa, e quando algo como o VR estiver em um ponto como este, pode esperar que a Nintendo estará lá!", adicionou Fils-Aime.

Malegra Mauricio Alegretti ("Malegra") é fundador do Indústria de Jogos, e desenvolve jogos digitais por paixão e profissão há mais de três décadas. Foi diretor das associações Abragames, IGDA e Acigames, co-fundou e dirigiu o estúdio Smyowl e a comunidade Portalxbox, foi Microsoft MVP em Xbox, e é creditado em dezenas de jogos em diversas plataformas e consoles.