Ações da Nintendo caem após declaração que vendas de Pokemon Go não vão afetar dramaticamente suas finanças

Ações da Nintendo caem após declaração que vendas de Pokemon Go não vão afetar dramaticamente suas finanças

Ações da Nintendo negociadas na bolsa de Tokyo caíram 18% após a empresa admitir que o impacto do sucesso de Pokemon Go nas suas próprias finanças é limitado.

O entusiasmo em torno de Pokemon Go fez com que a avaliação de mercado da Nintendo aumentasse em 8 bilhões de dólares no final de semana que sucedeu o lançamento do jogo, e até o dia 22 de Julho o jogo já era responsável por aumentar o valor da Nintendo em 18 bilhões em poucas semanas.

Agora a companhia emitiu um comunicado que declara que o impacto nas finanças será limitado, já que o game foi desenvolvido pelo estúdio americano Niantic Labs em colaboração com a Pokemon Company. Além disto, como de costume, a Apple e o Google recebem 30% de participação de todo lucro proveniente de suas respectivas lojas. Com isto, a Nintendo finaliza dizendo que não irá modificar suas previsões financeiras por conta desta participação ser pequena.

O valor exato da participação não foi declarado, mas estimativas apontam que a Nintendo estaria recebendo "apenas" 13% da receita total obtida pelo jogo.

A notícia fez com que o preço das ações da Nintendo caíssem 18%, derrubando 6.7 bilhões de dólares do valor de mercado da empresa. Segundo a Bloomberg, esta foi a maior queda de preço das ações da companhia desde 1990.

Malegra Mauricio Alegretti ("Malegra") é fundador do Indústria de Jogos, e desenvolve jogos digitais por paixão e profissão há mais de três décadas. Foi diretor das associações Abragames, IGDA e Acigames, co-fundou e dirigiu o estúdio Smyowl e a comunidade Portalxbox, foi Microsoft MVP em Xbox, e é creditado em dezenas de jogos em diversas plataformas e consoles.