Videogame como linguagem audiovisual - estudo do caso Super Street Fighter

O conteúdo de hoje não poderia ser mais científico: trata-se da dissertação de mestrado de Francisco Tupy, que a partir do caso do clássico Super Street Fighter faz uma análise da linguagem audiovisual empregada no game. Como cita o resumo do trabalho:

A relação entre os aspectos fílmicos e lúdicos dos jogos vão muito além da palavra videogame. Essa terminologia frente à humanidade é muito recente, apenas com algumas dezenas de anos, porém, trata-se de algo que converge em símbolos, técnicas e práticas, revestindo tais itens contemporâneos e impactando a sociedade significativamente.

Logo, configura-se como um objeto de estudo capaz de promover reflexões diversas. No caso desta pesquisa, consideramos que nessa expressão do ato de jogar existe muito de game e pouco de vídeo. As abordagens focando as narrativas e as mecânicas muitas vezes deixam uma lacuna referente aos processos audiovisuais. Em função desta observação, foi realizado um estudo de cunho hipotético-dedutivo e metapórico preconizando uma visão integradora de três métodos distintos: a Ludologia, a Narratologia e a Linguagem Audiovisual.

A motivação do título escolhido para o estudo de caso, Super Street Fighter IV, ocorreu por ser um jogo popular, dentro de um gênero típico de jogabilidade, que há mais de duas décadas se reinventa para agradar os fãs. Além disso, dialoga diretamente com temas culturais (costumes asiáticos e artes marciais) e temas cinematográficos (filmes de luta e o ícone representado por Bruce Lee).

O estudo focou os resultados visando contribuir para uma compreensão do videogame, de modo que a pesquisa realizada pudesse trazer parâmetros tanto para aprofundar elementos presentes em sua linguagem quanto para o desenvolvimento de questões de ligadas à sua realização.


A dissertação completa está disponível para download neste link, e sua leitura e estudo vale muito a pena a todos os interessados em discutir a analisar os videogames como forma de expressão.

Malegra Mauricio Alegretti ("Malegra") é fundador do Indústria de Jogos, e desenvolve jogos digitais por paixão e profissão há mais de três décadas. Foi diretor das associações Abragames, IGDA e Acigames, co-fundou e dirigiu o estúdio Smyowl e a comunidade Portalxbox, foi Microsoft MVP em Xbox, e é creditado em dezenas de jogos em diversas plataformas e consoles.